Quando o Upsee foi lançado no início deste ano, para nós parecia que era a peça que faltava.

A fisioterapeuta e eu andávamos a treinar a marcha com o Quico à nossa frente, com os pés dele em cima dos nossos e a segurar pelas axilas. Com as dificuldades em ter as pernas esticadas e fazer os movimentos da marcha, mais o peso do Quico, apenas conseguíamos fazer esse exercício por breves minutos. Nós acabávamos sempre cansadas e com dores nas costas pelo esforço que fazíamos. Acresce que tinham que ser reunidos um conjunto de circunstâncias da parte do Quico que, sem o apoio do Upsee, muitas vezes não conseguíamos ultrapassar.

 De forma que, quando vi nas redes sociais o lançamento do Upsee, fui imediatamente pegar nas fotografias que tinha e vi que aquilo que faltava ali era exactamente o Upsee, que ajudava a suportar o Quico.

 Temos usado o Upsee em várias circunstâncias. No caso dele, acho que tem ganho muito fisicamente com a sua utilização sistemática (embora não estejamos a fazer nenhum treino especifico para avaliar no final). Tem maior controle de cabeça, mais movimentos de marcha, e talvez mais força de tronco. Claro, nunca podemos dizer que é de uma coisa só, mas penso que o Upsee tem contribuído bastante.

 Mas mais do que trabalhar esses aspectos do desenvolvimento, aquilo que acho mais relevante e que só comecei a valorizar depois de utilizar, é o facto de lhe permitir fazer coisas que nunca antes conseguia fazer, como andar de pé pela casa, pelo jardim, no parque infantil, na praia, dançar.

 E depois, em termos de socialização, o Upsee tem sido um grande avanço. Permite-lhe, na escola, que seja integrado nas actividades e ao mesmo nível dos colegas. Por exemplo, faz as aulas de expressão motora com os colegas, joga à bola e dança. E foi muito bom até mesmo para os professores e terapeutas do colégio, pois permitiu-lhes aumentar o número de actividades em que o Quico participa, bem como integrá-lo com os colegas. Desde que começaram a utilizá-lo, o Quico passou a ter muitos mais amigos que se aproximam, que lhe querem dar a mão e jogar e brincar com ele.

 Com o irmão, consegue jogar à apanhada ou às escondidas, apoiar-se numa mesa e ver o que está na mesa ao nível dos seus olhos.

Falta-nos começar a utilizar o Upsee para estimular mais os braços e fazer actividades de motricidade e funcionais na posição de pé. Isso vem a seguir...

 É verdade que quando comprei pensei sobretudo em utilizar para desenvolver a sua motricidade. Mas na realidade, para que serve fazer exercícios e mais exercícios para desenvolver a sua motricidade, se depois isso não vai servir para nada. Por isso, neste momento, os ganhos em termos de socialização, integração e funcionalidade são tão ou mais importantes que o desenvolvimento físico.

 Assim, seja em família, em passeio, na escola ou no parque infantil, temos visto imensas vantagens no Upsee e recomendo! 

Things you might like

Other articles you might enjoy...

Survey icon

Public Opinion…

Will you be going on holiday this summer?