"O que há de errado com ele?"

Detesto esta pergunta. Isso implica que as necessidades especiais do meu filho são uma coisa má.

Não consideramos que o Cooper tenha deficiências,  embora suponha que é o termo apropriado para definir os seus atrasos e desafios de aprendizagem.

Desafios - é a palavra que preferimos. Muitas vezes, as necessidades especiais são vistas negativamente. Crianças como o Cooper são frequentemente vistas como a "criança pateta" da turma, quando isso não poderia estar mais longe da verdade.

Apesar de passarmos muito do nosso tempo a trabalhar com o Cooper para melhorar os seus atrasos, não estamos sempre focados neles.

Em vez disso, o meu marido e eu passamos muito tempo a tentar cultivar os talentos e forças do Cooper. Estamos sempre a ver novos interesses que possam ser despertados, e depois incentivamos o Cooper a mergulhar intensamente nesses interesses.

Por exemplo, quando o Cooper ganhou interesse pelos dinossauros, comprámos-lhe um grande livro com imagens que identificavam todos os dinossauros conhecidos no mundo. Quando Cooper começou a manifestar interesse em aprender a dizer os nomes dos dinossauros, começámos a integrá-los no nosso trabalho de discurso em casa. Agora, o Cooper consegue pronunciar nomes que até a sua terapeuta da fala tem dificuldade em dizer.

Identificar dinossauros, e agora tubarões, é agora a perdição de Cooper por assim dizer. Quando perguntam se ele é "lento", nós agarramos num dos livros de dinossauros do Coop e sorrimos à medida que ele surpreende a todos na sala com seu conhecimento dos antigos répteis.

O Cooper também adora música e canto, por isso obviamente, investimos nalguns instrumentos. Ele tem uma guitarra, duas baterias, uma harpa de colo, flauta, maracas e um tambor. A qualquer momento, pode encontrar o Coop, o pai e eu na sala de estar numa sessão musical.

Na verdade, muitas vezes desanuviamos do período de estudo com sessões de música, ou tocando instrumentos ou ouvindo o Cooper cantar suas canções favoritas. Tal como quando está a pronunciar os nomes dos dinossauros, os seus problemas de fala quase desaparecem quando ele canta.

Muitos pais têm grandes sonhos para os seus filhos no que toca ao futuro deles. Para pais de crianças com necessidades especiais, as nossas expectativas para os nossos filhos não são diferentes, na medida em que queremos que eles estejam no seu melhor. Apenas compreendemos que o seu "melhor" é diferente dos outros.

Eu acredito convictamente que todas as crianças conseguem dar o seu melhor. As crianças acreditam naquilo que os adultos lhes dizem. Isto quer dizer que se lhe dissermos que há algo de errado com eles, é aquilo em que vão sempre acreditar. Mas se passarmos menos tempo focados naquilo que está "errado" e mais tempo ajudando os nossos filhos nas suas forças e nos seus pontos de interesse, eles vão brilhar de uma maneira como nunca imaginámos.

Mantenham-me informada...

Things you might like

Other articles you might enjoy...

Survey icon

Public Opinion…

Where do you buy your poppered vests/bodysuits?